quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Pizza de presunto e queijo de cabra com cebola caramelizada

Impossível não gostar de pizza, certo? Sei bem que é uma bomba, cheia de hidratos de carbono e gorduras más, mas há poucas coisas a que me seja tão difícil resistir como a uma boa pizza. Precisamente porque se trata de uma avalanche de calorias, fui-me tornando bastante exigente. Afinal de contas, se vai durar um minuto na boca e uma vida inteira nas ancas, é bom que esse minutinho valha bem a pena!


Posto isto, nada como apostar em bons ingredientes e boas combinações. Fazer uma boa massa, usar um bom molho de tomate e dar largas à imaginação. Se há combinações vencedoras, esta é uma delas. O resultado é uma pizza rica, de sabores fortes e contrastantes.


Ingredientes
(4 pessoas / 2 pizzas médias)

Massa*

220 gr de água
30 gr de azeite
1 colher (chá) de açúcar
400 gr de farinha
1/2 saqueta de fermento para pão
1 colher (chá) de sal

1. Colocar no copo da Bimby todos os ingredientes pela ordem indicada. Amassar 2 min/vel espiga. Retirar para uma taça polvilhada com farinha e deixar levedar 1 hora ou até que dobre de volume.

*Uso algumas boas "batotas" naquelas alturas em que não quero, ou não tenho tempo, de fazer a massa em casa. Há padarias que vendem massa de pão fresca que podemos usar para fazer pizza. As massas refrigeradas à venda nos supermercados também não são más. Aquilo que nunca uso são as bases congeladas: têm pouco sabor e as que conheço são demasiado crocantes (parece que estou a comer bolachas de água e sal com molho de tomate!). Mais uma vez, se vamos cometer o pecado da gula, que valha bem a pena, certo?

Cobertura

200 gr de molho de tomate
200 gr de queijo mozzarella ralado
100 gr queijo de cabra
4 fatias grandes de presunto (cortadas finamente)
1 cebola grande
20 gr de azeite
20 gr de whiskey
20 gr açúcar amarelo
Orégãos q. b.

1. Começar por caramelizar a cebola: cortar em rodelas e colocar no copo da Bimby. Adicionar o açúcar, o azeite e o Whiskey e programar 30 min/120º/vel colher;

2. Pré-aquecer o forno a 180º. Estender a massa até ficar com cerca de 0,5 cm de altura, colocar numa tabuleiro e cobrir com a polpa de tomate. É importante não "encharcar" demasiado pois pode dificultar a cozedura da massa;

3. Polvilhar com o queijo mozzarella e dispor as fatias de presunto cortadas em pedaços e rodelas de queijo de cabra. Nos intervalos, colocar pequenos ninhos de cebola caramelizada, regando a pizza com um fio de calda da cebola. De novo, com cuidado para não ensopar e criar tanta humidade que não deixe a massa cozer;

4. Polvilhar com orégãos e levar ao forno cerca de 20 minutos. 

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Scones de maçã e aveia


Adoro scones, adoro fruta cozinhada e adoro receitas com aveia. Esta adaptação de uma receita da Martha Stewart acabou de se tornar uma das minhas receitas preferidas de scones. São leves mas muito saborosos, ideais para acompanhar com um chá numa destas tardes preguiçosas de fim de semana. 


Ingredientes
(8 scones grandes)

1 2/3 chávena (chá) de farinha
1 1/3 chávena (chá) de flocos de aveia
1/3 chávena (chá) de açúcar amarelo
1/2 colher (chá) de canela
1/2 colher (chá) de noz moscada
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
50 gr de margarina
2 maçãs descascadas, descaroçadas em cortadas em cubos
1 iogurte natural
leite para pincelar

1. Pré-aquecer o forno a 200º. Numa tigela misturar a farinha, os flocos de aveia, o açúcar, a canela, a noz moscada, o sal e o fermento. Juntar a margarina cortada em pedaços pequenos e desfazer com as mãos até obter uma areia grossa (ou usar um robot de cozinha: na Bimby programar 20 seg/vel 4);

2. Juntar as maçãs e o iogurte e envolver bem até que todos os ingredientes estejam ligados. Colocar esta massa num tabuleiro anti-aderente ou forrado com papel vegetal untado com margarina. Dar à massa a forma de um círculo que se corta em 8 porções (ou 2 círculos cortados em 4);

3. Pincelar com um pouco de leite, polvilhar com açúcar e flocos de aveia e levar ao forno 15 a 20 minutos. A meio da cozedura, separar os scones com a ajuda de uma espátula para que cozam bem dos lados. Esperar uns 15 minutos antes de servir.


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Pãezinhos de alho com ervas e ovos mexidos com farinheira

Ao domingo à noite gosto de fazer refeições simples e descomplicadas que ajudem a recompor de uma ou outra asneira do fim de semana e, ao mesmo tempo, dêem ânimo para enfrentar a semana que se aproxima. 

Nestas noites a sopa é quase obrigatória mas nunca está sozinha e, desta vez, fez-se acompanhar por dois "clássicos": uns pãezinhos de alho com ervas e uns ovos mexidos com farinheira. Estes pãezinhos são um êxito da máquina de fazer pão que, mais recentemente, adaptei à Bimby. São óptimos para o brunch, para uma entrada ou para acompanhar petiscos, como foi o caso. Já os ovos mexidos com farinheira, dispensam apresentação. Para mim são uma das maiores maravilhas da cozinha portuguesa, tão simples mas tão reconfortantes. Did someone say comfort food?


Pãezinhos de alho com ervas
(15 a 20 pãezinhos)

3 dentes de alho
100 gr de margarina com alho
50 gr de margarina
230 gr de água
1 colher (chá) de sal
500 gr de farinha
2 colheres (sopa) de ervas aromáticas (usei salsa, coentros e alecrim)
7 gr de levedura em pó (meia saqueta)

1. (Para preparação na MFP e método tradicional, clicar aqui) Colocar os dentes de alho no copo e picar 5 seg/vel 5. Baixar o que ficou nas paredes do copo, juntar as margarinas, a água e o sal e programar 3 min/37º/vel 2;

2. Juntar a farinha, o fermento e as ervas e programar 2 min/vel espiga. Colocar a massa numa tigela pincelada com azeite e deixar levedar até que dobre de volume;

3. Preparar um tabuleiro, forrando-o com papel vegetal ou polvilhando com farinha. Formar pãezinhos e dispô-los no tabuleiro, deixando repousar cerca de 30 minutos antes de levar ao forno, pré-aquecido a 180º, cerca de 15 minutos ou até que estejam cozidos.


Ovos mexidos com farinheira
(4 pessoas)

1 farinheira
6 ovos
Sal, salsa e cebola picada q. b.
1 fio de azeite

1. Retirar a pele à farinheira e esmagar com a ajuda de um garfo;

2. Numa tigela temperar os ovos com sal, juntar um pouco de salsa e cebola picadas e bater;

3. Levar uma frigideira ao lume com um fio de azeite, juntar a farinheira e deixar fritar um pouco, juntar os ovos e, assim que comecem a ficar cozidos, retirar do lume, não deixando secar demasiado. Servir quente com pãezinhos de alho!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Bolo de laranja inteira

Este foi um dos primeiros bolos que experimentei na Bimby e continua a ser um dos meus preferidos. Quem costuma andar pelo Maçã Assada, sabe que adoro um bolinho com fruta inteira. Não só porque sou um bocadinho preguiçosa (oops!...) e há poucas coisas mais práticas do que partir fruta com casca para dentro do copo da Bimby (ou qualquer outro robot ou liquidificador), mas também porque - nunca é demais repetir - é na casca que se esconde grande parte dos nutrientes das nossas frutas. Ao deitá-la fora estamos a desperdiçar preciosas vitaminas e não queremos isso. 

Este bolinho fica fofinho, húmido e super saboroso. Desaparece tão rapidamente que nem o consegui fotografar inteiro! O bolo perfeito para esta altura em que a minha mãe tem tantas laranjas que nem sabe o que lhes há-de fazer! Portanto, mãos à obra!


Ingredientes

4 ovos
1 laranja
2 chávenas (chá) de açúcar
1/2 chávena (chá) de óleo
2 chávenas (chá) farinha
1 colher (chá) de fermento em pó

1. Untar e polvilhar com farinha uma forma de bolo. Pré-aquecer o forno a 180º;

2. Lavar bem a laranja, cortar em pedaços e retirar os caroços, colocando-a no copo com os ovos, o óleo e o açúcar;

3. Dar 3 golpes no "turbo" (1 seg) e bater 2 min/vel 4;

4. Juntar a farinha e o fermento e bater 2 min/vel espiga;

5. Levar ao forno durante aproximadamente 45 minutos ou até que esteja cozido.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Broinhas de mel e limão

Publicidades à parte, estou completamente viciada nas broas "Selecção" do Continente. Há de canela, de mel e de mel e limão e são todas óptimas. Às vezes este tipo de pastelaria embalada das grandes superfícies deixa a desejar e peca pelo sabor artificial. Não é o caso e garanto que não recebi nem uma embalagenzinha de graça para escrever este comentário elogioso!

Escusado será dizer que agora me envolvi na missão de tentar igualar as receitas destas broinhas. A principal dificuldade é obter aquela consistência seca mas meio cremosa. A maior parte das receitas com que me deparo são bastante secas, o que é perfeito para acompanhar um chá ou café, mas não é bem o que procuro agora.


Estas broinhas de mel e limão que experimentei este fim de semana são um bom exemplo disso. Ficaram muito boas mas ainda não foi desta que encontrei o que procuro. Se tiverem dicas ou acharem que têm a receita que me vai encher as medidas, deixei-nas nos comentários. Prometo não parar enquanto não encontrar a broinha perfeita!


Ingredientes
(cerca de 30 broinhas)

150 gr de açúcar amarelo
1 colher (chá) de erva doce
1/2 colher (chá) de canela
raspa de 1 limão
100 gr de azeite
130 gr de mel
10 gr de vinho do Porto 
1 ovo
450 gr de farinha de trigo 
1 colher (chá) de fermento em pó
1 gema para pincelar

1. Colocar a casca do limão, o açúcar, a erva doce e a canela no copo e programar 1 min/vel 9;

2. Adicionar o azeite, o mel, o vinho do Porto e o ovo e programar 1 min/vel 3;

3. Juntar a farinha e o fermento e programar 2 min/vel espiga. Deixar a massa repousar cerca de 10 minutos no copo;

4. Pré-aquecer o forno a 180º C e preparar um tabuleiro de forno (com papel vegetal, tapete de silicone ou farinha). Formar pequenas bolinhas de massa e pincelar com a gema de ovo batida. Levar ao forno cerca de 15 minutos.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Bacalhau com natas, espinafres e cenoura

Esta é uma daquelas receitas que, com pouco trabalho, faz um brilharete quando temos muita gente para receber. É também uma óptima opção para fazer de véspera - fica tudo prontinho e meia hora antes de servir é só levar ao forno. Se sobrar, congela-se em doses individuais e já temos o que pôr na marmita! É só vantagens, certo? 

Esta receita é adaptada de uma proposta "XXL" do livro "Bimby 150 receitas - As melhores de 2011" (gosto sempre de mencionar as minhas fontes!). As quantidades que apresento são para 4 pessoas mas para aumentar (ou diminuir) o número de doses basta adequar as quantidades em conformidade (por exemplo, usar o dobro para fazer para 8 pessoas). Ao programar o robot de cozinha, mantêm-se os tempos independentemente das quantidades usadas. 

Quem não tiver um robot de cozinha, vai ter um bocadinho mais de trabalho mas, acreditem, o resultado vale mesmo a pena!


Ingredientes
(4 pessoas)

80 gr de broa
40 gr de azeite
100 gr de cenoura descascada
160 gr de cebola descascada
400 gr de bacalhau desfiado
180 gr de batata frita palha
2 dentes de alho
240 gr de espinafres
Sal, pimenta e noz moscada q. b.
320 gr de leite
30 gr de farinha
15 gr de margarina
80 gr de natas

1. Colocar no copo a broa e ralar 20 seg/vel 9. Adicionar 10 gr de azeite e programar 15 seg/vel 5. Retirar e reservar;

2. Colocar o copo a cenoura em pedaços e picar 8 seg/vel 5. Retirar e reservar;

3. Colocar no copo a cebola e 15 gr de azeite e picar 5 seg/vel 5. Com a ajuda da espátula, baixar o que ficou nas paredes do copo e refogar 5 min/120º C/vel 1;

4. Juntar a cenoura e o bacalhau desfiado e voltar a refogar 5 min/120º C/vel inversa 1. Retirar para um recipiente de ir ao forno, envolver com a batata palha e reservar;

5. Colocar no copo os dentes de alho e 15 gr de azeite e picar 8 seg/vel 5. Refogar 3 min/120º C/vel 1. Juntar os espinafres, temperar com sal, pimenta e noz moscada e programar 10 min/100º C/vel inversa 1. Retirar e envolver no preparado anterior;

7. Pré-aquecer o forno a 200º C. Colocar no copo o leite, a farinha, a margarina, sal, pimenta e noz moscada a gosto. Programar 8 min/90º C/vel 4. Retirar e envolver com o bacalhau;

8. Juntar as natas ao bacalhau, envolver bem e cobrir com a broa reservada. Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até dourar.

domingo, 20 de março de 2016

Crumble de maçã com aveia

O crumble é uma das minha sobremesas preferidas e, confesso, também tenho um fraquinho por aveia. Desta vez, juntei os 2 e o resultado foi uma delícia. Já se sabe que o crumble não tem muitas regras: quente, frio, simples ou com gelado de baunilha. O que não vale é não provar!


Ingredientes
(4 pessoas)

6 maçãs
60 gr de açúcar
1 colher (sopa) de Vinho do Porto 
Canela em pó
100 gr de farinha
50 gr de flocos de aveia
80 gr de açúcar amarelo
80 gr de margarina

Método tradicional

1. Pré-aquecer o forno a 200 °C. Descascar, descaroçar e cortar as maçãs em pedaços pequenos. Colocá-las num recipiente que possa ir ao microondas e juntar o açúcar, misturando;

2. Pincelar com o Vinho do Porto, tapar e levar ao microondas entre 6 a 8 minutos (a cerca de 600 w), parando por volta dos 3 minutos para verificar a cozedura e mexer;

3. Entretanto, colocar a aveia num recipiente e dar uns toques com a varinha mágica para reduzir o tamanho dos flocos;

4. Misturar a aveia, a farinha, o açúcar amarelo e um pouco de canela a gosto. Juntar a margarina cortada em pedaços e, com a ponta dos dedos, desfazê-la até obter uma areia grossa;

5. Espalhar 1/3 desta areia sobre as maçãs e envolver. Cobrir com a restante areia e levar ao forno uns 20 minutos ou até ficar bem dourado.

Na Bimby

1. Pré-aquecer o forno a 200 °C. Descascar, descaroçar e cortar as maçãs em pedaços pequenos. Colocá-las num recipiente que possa ir ao microondas e juntar o açúcar, misturando;

2. Pincelar com o Vinho do Porto, tapar e levar ao microondas entre 6 a 8 minutos (a cerca de 600 w), parando por volta dos 3 minutos para verificar a cozedura e mexer;

3. Entretanto, colocar a aveia no copo da Bimby, programando 8 segundos, velocidade 7. Juntar a farinha, o açúcar amarelo, a margarina e um pouco de canela a gosto. Programar 20 segundos, velocidade 4;

5. Espalhar 1/3 desta areia sobre as maçãs e envolver. Cobrir com a restante areia e levar ao forno uns 20 minutos ou até ficar bem dourado.